Copa do Mundo e Tráfico de Pessoas é tema de Coletiva de Imprensa, em Brasília

Por Rosinha Martins
12 / Mai / 2014 10:46

Uma Coletiva na sede da Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB), em Brasília (DF), nesta quarta-feira, dia 14 de maio, às 9h, pretende reunir a Imprensa, órgãos e instituições afins,  em torno do tema Copa do Mundo e Tráfico de Pessoas. O objetivo é lançar na Capital Federal, a Campanha “Jogue a favor da vida – denuncie o Tráfico de Pessoas”, uma iniciativa da Rede um Grito pela Vida da CRB Nacional.

De acordo com as organizadoras, a Coletiva visa sensibilizar e informar a sociedade civil, em especial os grupos mais vulneráveis sobre o Tráfico de Pessoas e a Exploração Sexual. Objetiva ainda,  alertar sobre o risco do crescimento do crime e outras formas de violação dos Direitos Humanos durante megaeventos como a Copa do Mundo e enfatiza o tema da Campanha da Fraternidade 2014 “Fraternidade e Tráfico Humano”.

Coordenadora Nacional da Rede, a socióloga e religiosa, Eurides de Oliveira falou sobre a importância e o significado do evento. “Lançar a Campanha de prevenção ao Tráfico antes e durante a Copa de 2014 é uma oportunidade singular para dar maior visibilidade ao problema do Tráfico, momento de contribuir para coibir o seu crescimento e chamar a atenção da população para este crime que existe em dimensões tão abrangentes, mas que é bastante invisível para a sociedade”, disse.

Informações do  Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), revelam que cerca de 600 mil visitantes estrangeiros e 3 milhões de viajantes nacionais deverão circular no país em busca de diversão durante a Copa do Mundo.

Copa do Mundo preocupa a Igreja e o Estado

Em entrevista à Folha de São Paulo, o secretário-geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Leonardo U. Steiner, disse que a Igreja está preocupada com o aumento do Tráfico de Pessoas e a Exploração Sexual durante a Copa do Mundo. “Sabemos que o Tráfico e Exploração Sexual podem aumentar durante a Copa pela presença de estrangeiros e de brasileiros viajantes”, relatou.

O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito do Tráfico Humano, deputado Arnaldo Jordy, em entrevista exclusiva à CRB Nacional afirmou que o governo também está preocupado com o crescimento do crime durante o evento. “A Copa do Mundo é uma preocupação por causa das obras, por causa do mercado de trabalho escravo e porque esse mercado da prostituição cresce  em grandes eventos, pois,  a circulação de dinheiro é maior e o mercado também  se aquece, mas estamos falando do bem jurídico mais importante que é a vida humana”, afirmou.

Acrescentou ainda que, a CPI encaminhou um conjunto de medidas  aos governos dos Estados para ampliar e melhorar a rede de enfrentamento do crime. “Aparelhar melhor o Estado, providenciar o cadastro único nacional que não temos, melhorar o diálogo entre as policias federais e estaduais e criar órgãos que possam fiscalizar e atender as vítimas de forma mais eficaz”, concluiu.

Participam da Coletiva

Dr. Marcello Lavenère Machado – Membro vitalício do Conselho Federal da Ordem  dos Advogados do Brasil; Advogado e consultor jurídico em Brasília; Professor de Direito Civil na Universidade de  Brasília (UnB); Ex-professor da Escola Superior do Ministério  Público; Autor do pedido de Impeachement do presidente Fernando Collor de Mello.

O Secretário geral da CNBB, Dom Frei Leonardo Steiner, ofm. Nomeado bispo em 2005 pelo Papa João Paulo II para a Prelazia de São Félix (MT), o religioso da Ordem dos Frades Menores, desde 2011, é o secretário geral da CNBB – Conferência Nacional dos Bispos do Brasil e bispo auxiliar da Arquidiocese de Brasília.

Irmã Eurides de Oliveira, socióloga e coordenadora  nacional da Rede Um Grito pela Vida da CRB Nacional –  Conferência Nacional dos Religiosos do Brasil; Missionária da Congregação das Irmãs Coração de Maria, socióloga. Porto Alegre-RS

Irmã Maria Inês Ribeiro – Vice-presidente da CRB Nacional, que representa o presidente da Conferência, Irmão Paulo Petry; Religiosa da Congregação das Irmãs Mensageiras do Amor Divino. Reside em Aparecida – SP.

Annie Carvalho – Assistente Social da Gerência de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas da Secretaria de Justiça do Ministério da Justiça em Brasília (DF).

Para participar na Coletiva a organização sugere que o credenciamento seja feito na sede da Conferência Nacional dos Religiosos do Brasil, através do e-mail:comunicacao@crbnacional.org.br ou por telefone: (061)3226 55 40/8424 02 42

Segue convite em anexo.

Saiba mais: Blog da Rede um Grito pela Vida

Fonte: http://www.crbnacional.org.br