Peregrinação da Família terá missas no Santuário Nacional de Aparecida

Santuário NacionalFamílias de diferentes regiões do Brasil organizam caravanas rumo ao 4º Simpósio e 6ª Peregrinação Nacional da Família, dias 24 e 25 de maio, em Aparecida (SP). São esperados mais de 150 mil participantes para os eventos que reunirá famílias e lideranças da Pastoral Familiar das dioceses e comunidades. 

Um dos momentos especiais da Peregrinação é a celebração da Santa Missa, no domingo, às 10h, com grande concentração das famílias, no Santuário Nacional de Aparecida. A cerimônia será presidida pelo bispo de Camaçari (BA) e presidente da Comissão Episcopal para a Vida e a Família da CNBB, dom João Carlos Petrini. No domingo, terão outras missas na Basílica, com início às 5h30 da manhã, presidida pelo bispo de Coari (AM), dom Marcos Piatek. O arcebispo de Aparecida (SP) e presidente da CNBB, cardeal Raymundo Damasceno Assis, celebra missas às 8h e às 12h.

Levante esta bandeira!

Todas as famílias são convidadas para esta grande romaria na Casa da Mãe Aparecida. A Comissão motiva os peregrinos a trazer bandeiras, faixas e cartazes com as cores do Brasil: azul, verde e amarelo. Desta forma, durante a missa, haverá momento de celebrar a presença das famílias brasileiras diante de Nossa Senhora.

Com o tema “Família: caminhar com a luz de Cristo e a sabedoria do Evangelho”, o Simpósio e Peregrinação são organizados pela Comissão Nacional da Pastoral Familiar (CNPF) vinculada à Comissão para Vida e Família da CNBB. A programação do 4º Simpósio realizado no dia 24, com início às 8h30, inclui celebrações de missa, conferências, animação musical, apresentação de orquestra, testemunhos de casais, entre outras atividades.

Anote aí

Horários de missas no Santuário Nacional:

5h30 – presidida pelo bispo de Coari (AM), dom Marcos Piatek

8h00 – presidida pelo arcebispo de Aparecida (SP), cardeal Raymundo D. Assis

10h00 – presidida pelo bispo de Camaçari (BA), dom João Carlos Petrini

12h00 – presidida pelo arcebispo de Aparecida (SP), cardeal Raymundo D. Assis