Padre José de Anchieta é santo

Papa Francisco canonizou através de decreto o Padre José de Anchieta junto com o bispo de Québec, D. Francisco de Laval e a Irmã Maria da Incarnação

Roma, 03 de Abril de 2014 (Zenit.orgRedacao | 136 visitas

O Papa Francisco assinou na manhã desta quinta-feira, 3 de abril, o decreto de canonização do espanhol José de Anchieta, conhecido como o “Apóstolo do Brasil”, um dos jesuítas fundadores da cidade de São Paulo. A assinatura ocorreu durante uma audiência com o cardeal Angelo Amato, prefeito da Congregação para a Causa dos Santos. A canonização, não sendo fundada em um recente milagre do Beato, se materializou por um processo chamado “canonização equivalente”.

As celebrações na diocese de Tenerife, Espanha, sua terra natal, bem como na diocese de São Paulo começaram na quarta-feira, pois a assinatura do decreto estava previsto para o dia 02 de abril.

Na cidade de São Paulo os sinos repicaram na quarta-feira às 14 horas e o cardeal-arcebispo de São Paulo, d. Odilo Scherer, manteve o canto do Te Deum na Catedral da Sé e no Pátio do Colégio, na região central da capital, conforme informações das mídias locais.

O arcebispado nivariense informou que os sinos das igrejas das ilhas espanholas que formam a diocese ressoaram nesta quinta-feira em júbilo e ação de graças pela canonização de Anchieta. Na cidade natal do santo, La Laguna, foram colocadas flores na Casa de Anchieta e na escultura da entrada.

“A santidade do grande homem de Deus foi reconhecida”, declarou logo após a assinatura do decreto o Vice-Postulador da Causa, Pe. Cesar Augusto dos Santos, que também é responsável pelo Programa Brasileiro da Rádio Vaticano.

Junto com o padre José de Anchieta, o Papa Francisco declarou santo o bispo de Québec, D. Francisco de Laval (1623-1708) e santa a Irmã Maria da Incarnação (1599-1672), fundadora de um mosteiro das Ursulinas na cidade de Québec, ambos de origem francesa e mortos no atual Canadá.

A Igreja romana de Santo Inácio sediará em 24 de abril, às 18 horas (horário local), missa em ação de graças pela canonização do Padre Anchieta. O Santo Padre presidirá a solene Eucaristia em que o bispo nivariense, Bernardo Alvarez estará presente, conforme anunciado pela diocese de Tenerife, mas ainda não há confirmação do Vaticano.

(MEM)

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: