Boletim da Prelazia de Tefè – Março de 2014

Noticias da Prelazia de Tefè – Boletim de março

Boletim da Prelazia – Março de 2014 – Noticias

 EDITORIAL 

Estamos no tempo da quaresma, quarenta dias para nos preparar para o Tríduo Pascal, memória da paixão, morte e ressurreição do Senhor. A Quaresma, disse o Papa Francisco, “é um tempo “forte”, um ponto de reviravolta que pode favorecer em cada um de nós a mudança, a conversão, para sair dos costumes cansados e do preguiçoso vício do mal que nos engana. Somos convidados a viver o nosso Batismo, com mais força, mais compromisso”.

A Igreja nos convida neste tempo a refletir sobre as mazelas pelas quais a humanidade passa. Este ano, de forma concreta somos chamados a olhar para a situação do tráfico humano, situação em que muitas mulheres, homens, jovens, adolescentes e crianças são traficadas, tratadas como coisas, tudo em nome do dinheiro, do capital e do poder. “Vocês não podem servir a Deus e ao Dinheiro”(Lc 16,13). É esta realidade da idolatria do dinheiro que se encontra a origem do trafico humano.

O papa Francisco nos alerta: “Há o risco de aceitarmos passivamente certos comportamentos e de não nos surpreendermos diante das tristes realidades que nos circundam. Acostumamo-nos à violência, como se fosse uma notícia cotidiana normal; acostumamo-nos a irmãos e irmãs que dormem pelas ruas, que não têm um teto para se abrigar. Acostumamo-nos aos refugiados em busca de liberdade e dignidade, que não são acolhidos como deveriam ser. Acostumamo-nos a viver em uma sociedade que pretende deixar Deus de lado, na qual os pais não ensinam mais aos filhos a rezar nem a fazer o sinal da cruz. Este vício de comportamentos não cristãos e de comodidades nos anestesia o coração!”

            É nesse contexto é que somos convidados a viver a nossa fé, como cristãos e cristãs, nestes quarenta dias em preparação para a Páscoa, somos convidados a conversão, a mudança de atitude. Vamos caminhar com Jesus, em meio a todas as tentações, vamos viver como discípulos e missionários. Temos que olhar para esta prática do Trafico Humano, nos mobilizar, denunciar e acima de tudo resgatar a vida ameaçada. Porque “É para a liberdade que Cristo nos libertou” (Gl ,1)

Diác. Francisco Andrade de Lima

15º ENCONTRO NACIONAL DE PRESBÍTEROS

 

O 15º Encontro Nacional de Presbíteros do Brasil, sediado em Aparecida do Norte, teve como tema: Concílio Vaticano II e os Presbíteros no Brasil: Testemunhas de Fé, Esperança e Caridade, e como Lema: Estai sempre prontos a dar a razão da esperança a quem pedir (1Pd 3,15).

O nosso encontro contou com a presença de 530 presbíteros e alguns bispos que auxiliaram no evento, como também a presença dos Regionais da Igreja do Brasil de Norte a Sul. O Regional Norte 1, que compreende Amazonas e Roraima se fizeram presentes: Arquidiocese de Manaus, Prelazia de Tefé,, Diocese de Roraima, Diocese de Coari, Diocese de Alto Solimões, Diocese de Parintins, Prelazia de Borba e a Prelazia de Tefé , representada pelo Pe. Basílio Pedrosa, como delegado da Pastoral Presbiteral.

Dom Angélico pregou o dia de espiritualidade e fez um resgate dos valores que cada um de nós presbíteros temos que ter em mente e nunca deixar de dar testemunho, primeiramente de Jesus Cristo e depois da Diocese em que estamos em missão ou incardinados.  Dom Angélico falou ainda que nunca se deve limitar a Paróquia em que está atuando, mas tem que ser missionário em toda a Diocese ou Prelazia, pois o mesmo foi ordenado padre para a Diocese ou Prelazia e não só para uma paróquia.

A partir do tema sobre o Vaticano II, foi explanado sobre o contexto da história dos presbíteros no Brasil, os desafios enfrentados e os que ainda iremos enfrentar na realidade do mundo atual.

Sob o aspecto global do encontro se percebeu uma lacuna quanto à missão da Igreja do Brasil e da Amazônia, pois pouco se fala do contexto de missão na Amazônia. A falta de conhecimento da realidade e até a falta de interesse pela mesma formam uma dicotomia entre o que se fala e o que se pratica. Hoje, uma das maiores preocupações e de maior urgência deveria ser a Amazônia, região com estruturas frágeis e carentes, com dificuldades até mesmo para atender os povos das comunidades espalhadas às margens dos grandes rios da Amazônia.   Pe. Basílio Pedrosa – pároco de Maraã –AM

 

ENCONTRO DO CONSELHO DE PASTORAL

DA PRELAZIA DE TEFÉ

 

No dia 25 de fevereiro aconteceu no Centro de Pastoral Irmão Falco a reunião do Conselho de Pastoral da Prelazia de Tefé sob a coordenação do Administrador Pe. Pedro Schewior e a participação de representantes natos e eleitos das Pastorais, Organismos e Movimentos e Regiões Pastorais da Prelazia de Tefé.  O objetivo desta reunião foi de planejar e preparar as atividades pastorais previstas a nível de Prelazia ao longo do ano 2014. Entre outros assuntos tratados destacamos a partilha da realidade de cada região pastoral, Organismos, Pastorais e Movimentos, o Ano da Família na Prelazia, as ações referentes a Campanha da Fraternidade 2014, o Encontro de Pastoral da Prelazia, em julho 2014, a preparação da Assembleia Prelatícia das CEBs prevista para os dias 04 a 08 de março de 2015 na Paróquia de Carauari – AM.

ANO DA FAMÍLIA

No dia 02 de março de 2014 foi celebrado a abertura do Ano da Família. A celebração aconteceu na Catedral Santa Teresa, em todas as Paróquias e também comunidades da Prelazia onde há celebração da Palavra. Ao longo do ano 2014 a Prelazia de Tefé celebrará o ano da Família com o tema: FAMÍLIA, GUARDIÃ DA PALAVRA A SERVIÇO DA VIDA e o lema: FAMÍLIA, IMAGEM DE DEUS, CASA DO AMOR.  Oencerramento está previsto para os dias 04 a 08 de março de 2015, por ocasião do IV Encontro Prelatício de CEBs em Carauarí. Este será um ano muito intenso e toda a nossa ação pastoral se voltará para a Família humana e cristã. Somos todos convidados a participar!

 

PASTORAL DA CRIANÇA

“Para que todas as crianças tenham vida em abundancia (Jo, 10-10)

A Pastoral da Criança, Órgão presente na Prelazia  de Tefé a mais de 25 anos parabeniza as líderes que doaram seu tempo e serviço  nesta missão. Desenvolvendo ações básicas de saúde, nutrição, educação e cidadania, fundamentada na mística cristã que une fé e vida.  A Coordenação Estadual na pessoa de irmã Teresinha Fachini (CIC), com sua visita ao setor acontecerá um Encontrão de Lideres, com uma Assembleia Extraordinária no dia 15/03/2014.

Agradece também todo o esforço dos Coordenadores e Líderes em visitar as famílias no serviço voluntário, promovendo a melhoria de qualidade de vida de criança e gestantes pobres das comunidades. A Pastoral da Criança é uma historia de amor espalhada em muitos países. É uma Instituição de base comunitária que tem seu trabalho fundamentada  na solidariedade e partilhada  do saber.

PRELAZIA DE TEFÉ REALIZA A FORMAÇÃO PARA A CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2014

 

Com o objetivo de esclarecer e capacitar as lideranças das Paróquias e Comunidades dentro do tema da Campanha da Fraternidade 2014: “A fraternidade e o Tráfico Humano”, e o Lema: “É para a Liberdade que Cristo nos libertou” a Prelazia de Tefé realizou um grande encontro de representantes das Paróquias e Comunidades da Prelazia com a participação de aproximadamente 150 pessoas. O encontro teve a assessoria da CNBB Regional Norte 1 na pessoa de Ir. Roselei Bertoldo ICM para a  apresentação do VER e AGIR e o biblista Pe. Antonio Gryters CSSp de Tefé que aprofundou o aspecto: JULGAR, segundo o texto da Campanha da Fraternidade 2014.

Para a nossa realidade da região do Médio, alto e baixo Solimões este tema é gritante pois o tráfico humano é uma triste realidade que está acontecendo com as famílias de nossas comunidades ribeirinhas e indígenas. Como fruto do encontro foi elaborada uma Carta aberta às autoridades da Região com o apelo de que possam  assumir o enfrentamento do tráfico humano de forma urgente na região.

 

ASSEMBLEIA REGIONAL DE ANIMAÇÃO BÍBLICO-CATEQUÉTICA – REGIONAL NORTE I

 

 

 

Aconteceu em Manaus de 20 a 23 de fevereiro de 2014 a Assembleia Regional Norte I da ABC(Animação Bíblico Catequética). Esta teve como participação especial Pe. Décio Walker, que faz parte da equipe do Nacional pela CNBB, também a equipe articuladora  do Regional. Da nossa Prelazia participaram: a catequista Graciana, Ir. Cecília Froelich CSC e Ir. Regina Meireles FMM.

O ponto forte da Assembleia foi avaliar o caminhar que está sendo feito nas diferentes Dioceses e Prelazias sobre a Catequese de INICIAÇÃO DA VIDA  CRISTÃ. Houve momentos fortes de partilha e também, de assinalar os novos caminhos que queremos priorizar para que a ação catequética seja de fato  uma verdadeira evangelização, porque mais do que pastoral, a catequese é uma dimensão da vida da Igreja. Esse tempo de evangelização tem o seu ponto central no anúncio daquilo que é o centro da nossa fé, o anúncio do amor e da misericórdia de Deus para todas as pessoas. O catequista é um evangelizador e ministro da Palavra de Deus.

É importante lembrar que sem evangelização não há catequese, mas por outro lado, sem catequese a evangelização se torna estéril.

Por isso, vamos DINAMIZAR e DAR UM NOVO VIGOR A NOSSA AÇÃO CATEQUÉTICA, a partir de uma catequese com inspiração catecumenal que prioriza a Iniciação Cristã, mais do que princípio pastoral ou estratégia de evangelização ou método de trabalho, É VIDA. É feita de consciência, de atitudes, de comportamentos, de engajamento existencial, de crescimento interior, de compromisso, de coerência entre o que se diz e o que se faz, o que se vive na comunidade e fora dela, entre Fé e Vida, entre os níveis pessoais, comunitários e sociais da fé e da existência cristã, na Igreja e no mundo. É ABRAÇAR A PROPOSTA DE JESUS CRISTO vivendo os VALORES DO EVANGELHO na construção do Reino aqui e agora.

“A catequese de Iniciação, é assim, o elo necessário entre a ação missionária, que chama à fé, e  a ação pastoral que alimenta continuamente a comunidade cristã. Não é, portanto, uma ação facultativa, mas sim uma ação basilar e fundamental para a construção, tanto da personalidade do discípulo, quanto da comunidade. Sem ela, a ação pastoral não teria raízes e seria superficial e confusa: qualquer tempestade faria desmoronar todo o edifício” (DGC 64).

Ir. Regina Meireles FMM

Anúncios