Reconhecer o valor do ser humano desde a concepção até a morte, pede o Papa Francisco

VATICANO, 24 Mar. 14 / 02:18 pm (ACI/EWTN Noticias).- O Papa Francisco recebeu nesta manhã no Vaticano os membros do Pontifício Conselho para a Pastoral da Saúde e recordou-lhes que é necessário promover o fundamental direito à vida de todo ser humano, desde a concepção até a morte natural.

Em suas palavras desta manhã, o Santo Padre assinalou que “a experiência da partilha fraterna com os que sofrem nos abre à verdadeira beleza da vida humana, incluindo a sua fragilidade. Na proteção e na promoção da vida, seja qual for a etapa ou o estado em que se encontre, podemos reconhecer a dignidade e o valor de cada ser humano, desde a concepção até a morte”.

“É verdade –disse o Papa-, que inclusive no sofrimento ninguém está sozinho, porque Deus em seu amor misericordioso pelo homem e pelo mundo abraça até as situações mais desumanas, quando a imagem do Criador presente em cada pessoa aparece imprecisa ou desfigurada”.

“Assim ocorreu com Jesus na sua Paixão… E aqui, na Paixão de Jesus, está a maior escola para todo aquele que queira dedicar-se ao serviço dos irmãos doentes e que sofrem”.

O Papa Francisco recordou, com ocasião da festa da solenidade da Anunciação do Senhor que se celebra nesta terça-feira, 25 de março, como Maria acolheu “a Vida” em nome de todos.

“Maria ofereceu sua própria existência, sua total disposição à vontade de Deus, convertendo-se no “lugar” de sua presença, no “lugar” onde mora o Filho de Deus”.

Para concluir, o Santo Padre animou os presentes a recordar sempre durante seu trabalho: “A carne de Cristo presente nos pobres, nos que sofrem, nas crianças, também as não desejadas, nas pessoas com deficiências físicas ou mentais e nos idosos”.

 

Etiquetas: Papa FranciscocaridadeDefesa da Vida

Anúncios