Cáritas lança prêmio para homenagear mulheres que lutam contra a fome

21 de fevereiro de 2014

seguranca-alimentar-nutricional (15)Caritas Internationalis e a Fidel Götz Foundation lançarão o Prêmio Mulheres Semeadoras de Desenvolvimento em homenagem a todas as mulheres que trabalham e lutam pela superação da fome no mundo. O prêmio faz parte da campanha mundial “Uma família humana, pão e justiça para todas as pessoas”, lançada pela Rede Cáritas no dia 10 de dezembro de 2013.

O Prêmio Mulheres Semeadoras de Desenvolvimento será lançado em Roma, capital da Itália, no dia 8 de março para marcar o Dia Internacional da Mulher.

O Presidente da Caritas Internationalis, o cardeal Oscar Rodriguez Maradiaga, disse que “o prêmio irá reconhecer as melhores práticas das mulheres na agricultura. Celebrando com elas, chegamos mais perto de acabar com a fome mundial”.

As mulheres produzem cerca da metade de todo o alimento do mundo, porém possuem, apenas, dois por cento de toda a terra.

Em todas as regiões elas têm menos acesso a recursos se comparadas aos homens. Se as oportunidades fossem no mesmo nível, as mulheres poderiam elevar a produção em 20% a 30%. Globalmente, isso poderia tirar de 100 a 150 milhões de pessoas da fome.

Além disso, quando as mulheres assumem o controle das despesas domésticas, pesquisas mostram que elas gastam com comida, saúde, roupas e educação para seus filhos.

Prêmio Mulheres Semeadoras de Desenvolvimento

Serão escolhidas duas experiências vencedoras que receberão um prêmio de 10 mil euros cada, ou mais de 32 mil reais na cotação de hoje (21/02/2014). Uma categoria será destinada a programas apoiados por organizações nacionais de Cáritas. A outra premiará uma experiência de entidades que não fazem parte da Rede Cáritas. Os projetos vencedores são conhecidos no dia 16 de outubro, Dia Mundial da Alimentação.

por Thays Puzzi, Assessora de Comunicação da Cáritas Brasileira | Secretariado Nacional, com informações da Caritas Internationalis

Anúncios