7 tipos de escravidão moderna

fonte : Adital

Pensavas que a escravidão era coisa do passado? A organização internacional Anti-Slavery, cataloga assim as novas formas de escravidão.
(ver fotos)

1. TRABALHO EM CONDIÇÕES DE SERVIDÃO

Pelo menos 20 milhões de pessoas em todo o mundo se veem obrigadas a trabalhar durante longas jornadas, sete dias por semana, 365 dias ao ano. Como “pagamento” por seu trabalho, recebem alimentação e alojamento básicos.

2. TRABALHO FORÇADO

Refere-se, principalmente, a crianças que são captadas ilegalmente por governos, partidos políticos ou indivíduos particulares e são obrigados a trabalhar.

3. TRABALHO INFANTIL

As piores formas de trabalho infantil se referem a crianças que trabalham em condições de exploração ou de risco.

4. PROSTITUIÇÃO INFANTIL

Exploram crianças por seu valor comercial mediante a prostituição, a trata e a pornografia. Em geral, são sequestradas, compradas ou vendidas; ou são obrigadas a ingressar no mercado do sexo.

5. TRATA

A Trata implica no transporte e/ou no comércio de seres humanos, usualmente mulheres ou crianças, com fins de lucro.

6. MATRIMÔNIO FORÇADO

O matrimônio precoce e o matrimônio forçado afetam mulheres e garotas, que são obrigadas a casar-se, sem que possam eleger seus futuros esposos.

7 . ESCRAVIDÃO TRADICIONAL

A escravidão tradicional ou “propriedade pessoal” implica na compra e venda de pessoas.

Foto de Bio Diocese de Osasco.
Foto de Bio Diocese de Osasco.
Foto de Bio Diocese de Osasco.
Foto de Bio Diocese de Osasco.
Foto de Bio Diocese de Osasco.
Foto de Bio Diocese de Osasco.
Anúncios