Comire visita conselhos missionários provinciais

No último final de semana, o coordenador do Conselho Missionário Regional  (Comire) do Sul 2, da CNBB, diácono Pedro Lang, e o secretário regional da Pastoral Juvenil e membro da Juventude Missionária do Paraná, João Guilherme de Mello Simão, visitaram os Conselhos Missionários Provinciais (Comipro) de Londrina e de Maringá (PR). Nas paróquias, a dupla fez a proposta de ajuda humana e material à missão católica em Guiné Bissau.

Na província eclesiástica de Londrina, houve retiro na cidade de Nova América da Colina, pertencente à diocese de Cornélio Procópio. O encontro, que aconteceu no sábado, dia 8, proporcionou momentos de espiritualidade missionária, formação e partilha sobre o 4º Congresso Missionário Americano e 9º Congresso Missionário Latino Americano (CAM 4 – Comla 9), realizado pelas Pontifícias Obras Missionárias (POM), no ano passado, na Venezuela.

Dia 9, domingo, em Cianorte – diocese de Umuarama – os representantes do Comire participaram com os membros do Comipro de Maringá de dinâmica de partilha do trabalho realizado em 2013 e planejaram as atividades deste ano. “A visita teve o objetivo de acompanhar estas províncias eclesiásticas em seu trabalho missionário e ajudar a refletir sobre a caminhada, bem como apresentar os trabalhos e propostas para o regional”, destacou Simão.

Missão em Guiné Bissau

Ainda no sábado, na catedral Sagrado Coração de Jesus e na paróquia Nossa Senhora Auxiliadora foi apresentada a proposta de auxílio à missão católica em Guiné Bissau, onde são desenvolvidos projetos missionários como a formação de professores no país. Estiveram presentes os assessores da Comissão Episcopal para a Ação Missionária e da Comissão Episcopal para o Serviço da Caridade, da Justiça e da Paz, respectivamente, irmã Dirce Gomes da Silva e padre Nelito Dornelas. “O trabalho segue no intuito de visitar o maior número de paróquias dispostas a contribuir”, ressaltou João Guilherme. Para o secretário, a iniciativa faz com que a Igreja do Paraná se faça cada vez mais presente junto aos irmãos africanos, tornando-a cada vez mais missionária.

Anúncios