Ruanda: Comércio solidário para promover a paz na região dos Grandes Lagos Africanos

Escrito por Ervino Martinuz

Kigali, 11 fev (SIR) – “Comércio solidário pela paz” é o nome do projeto lançado recentemente pela Diocese de Cyangugu, em Ruanda. A iniciativa é destinada à região dos Grandes Lagos Africanos devastada pelos conflitos. “O projeto terá a duração de dois anos e envolve, sobretudo, as mulheres, principais vítimas de guerras e conflitos entre as comunidades”, ressalta numa nota a Conferência Episcopal Ruandesa. Está previsto que 60 mulheres de várias dioceses iniciem o comércio solidário e regular a fim de “construir pontes de paz, consolidar a reconciliação, reforçar a confiança recíproca e reconstruir a coesão comunitária destruída pela guerra”. “O projeto ‘Comércio solidário pela paz’ é um instrumento que ajudará a melhorar o espírito de amizade, tolerância e confronto entre os países e será também um apoio aos esforços diplomáticos implementados pelos líderes políticos da região dos Grandes Lagos Africanos”, disse o Bispo de Cyangugu, Dom Jean Damascane Bimenyimana. Segundo o presidente da Comissão Justiça e Paz de Cyangugu, Pe. Valens Niragire, encarregada de acompanhar a iniciativa, “através do contato com as mulheres que farão comércio solidário com diferentes pessoas, a mensagem de unidade que vem da paz e da tolerância chegará a uma grande parte da população”. As mulheres envolvidas no projeto também manifestaram sua satisfação: “No ‘Comércio solidário pela paz’ as mulheres se sentem em casa, independentemente do país de origem”, disse a comerciante de Bujumbura, capital do Burundi, Joselyne Ndizeye.

http://verbonet.com.br/verbonet/index.php?option=com_content&view=article&id=35383:ruanda-comercio-solidario-para-promover-a-paz-na-regiao-dos-grandes-lagos-africanos&catid=5:noticias