Índia: mais de quatro mil cristãos foram perseguidos em 2013

24/01/2014 | Agência Ecclesia

Várias organizações e associações católicas da Índia elaboraram um relatório onde contabilizaram mais de 4 mil casos de violência e de perseguição a cristãos indianos, durante o ano de 2013.

O ‘Relatório sobre a Perseguição em 2013′, enumera incidentes na maioria “da responsabilidade de grupos extremistas hindus, sendo que cerca de duas centenas dos casos apurados têm uma gravidade extrema”, nomeadamente “o assassinato de 7 cristãos durante o ano passado e atos de enorme violência praticados contra cerca de duas mil mulheres, crianças e sacerdotes, além de ataques a mais de uma centena de igrejas ou locais de culto”, refere uma nota publicada na página da internet da fundação pontifícia Ajuda à Igreja que Sofre (AIS).

O documento foi entregue ao cardeal Oswald Gracias, arcebispo de Bombaim e presidente da Conferência Episcopal indiana.

O “Relatório sobre a Perseguição em 2013” alerta para “as falhas no sistema legal indiano, que permitem a propagação da violência e da impunidade dos autores” como por exemplo o caso das “leis anti-conversão, que atingem particularmente os ‘dalit’, ou “intocáveis”, como são chamados aqueles que ocupam os lugares mais baixos no complexo sistema de castas indiano e que se sentem atraídos pela religião Cristã”.

O documento divulgado pela AIS revela ainda que “os casos mais graves de perseguição ocorreram principalmente em alguns estados como Karnataka, e Maharashtra” que, segundo o relatório, “parece ser o próximo laboratório do extremismo hindu”.

Fonte: http://www.agencia.ecclesia.pt

Anúncios