“Convertei-vos, porque está próximo o Reino dos céus!”

LITURGIA – 3º DOMINGO TEMPO COMUM

26.01.2014.

“Convertei-vos,

porque está próximo o Reino dos céus!”

1.Introdução.

A Igreja convoca a Assembléia para celebrar o “Mistério de Jesus” e para revelar seu          Plano da Salvação. Domingo passado,  Jesus  foi  apresentado como “Cordeiro de Deus”, morto para nossa salvação;  hoje, Ele é a “grande luz” que anuncia a libertação e indica o caminho para conseguí-la.

Jesus inicia sua missão de evangelizador, mas precisa de “discípulos missionários”: auxiliares na obra da evangelização. Precisa de “pescadores de homens!” Homens decididos a tudo abandonar para cumprir a missão da Evangelização. Homens sérios!

 

2.Palavra de Deus.

Is 9,1-4 – O profeta Isaias anuncia a liberdade política para a região da Galiléia, mas aluz verdadeira será trazida por Jesus, o Messias ungido pelo Espírito Santo.

1Co 1,10-13.17 – Para a Comunidade de Corinto, Paulo recorda que não basta crer em Cristo, é preciso construir e manter-se na unidade, pois, Cristo não está dividido. Os evangelizadores são importantes, mas Cristo é um só e tudo deve confluir em Jesus Cristo, único Senhor e Salvador! Paulo não é o salvador, é apenas servo da Palavra!

Mt 4,12-23 – Em Jesus se cumpre, perfeitamente, a profecia de Isaias: Ele se apresenta como a luz da verdadeira libertação que se conquista mediante a conversão. É preciso ser luz na Comunidade assim como Ele é luz para todos os povos.

 

3.Reflexão.

  • A região da Galiléia era passagem obrigatória para os exércitos de ocupação, para os comerciantes e, inclusive, caminho para o exílio na direção da Mesopotâmia (Babilônia). Terra pisoteada e de povo sofrido que nem podia plantar para colher! Recebendo a liberdade e a independência,acendeu-se  a luz de uma vida melhor e mais tranquila. Mas o profeta Isaías sinaliza que ela aconteceria com o nascimento de um Menino abençoado sobre quem pousa o Espírito Santo (Is 9,5).
  • O evangelista Mateus, mestre de uma Comunidade de Judeus, observa que a luz e o menino previstos por Isaías, se cumprem perfeitamente em Jesus Cristo: Ele é a verdadeira luz e a verdadeira libertação! Os exércitos e os comerciantes pisoteiam e exploram a terra e o povo, mas Jesus traz a verdadeira libertação. Longe de Cristo só existem trevas, longe de Cristo caminhamos nas trevas e no sofrimento!
  • A luz verdadeira trazida por Cristo exige a conversão: “Convertei-vos  porque está próximo o Reino dos  Céus!”  A adesão a Jesus Cristo não é uma atitude devocional  ou inscrição numa igreja. Significa deixar  de ser carnal e andar por um caminho espiritual.
  • Na Igreja de Jesus há espaço para a diversidade de raças, de cultura , de teologia e de estilo de pregação, mas tudo deve confluir para Jesus Cristo. Todos os cristãos são discípulos missionários de Jesus Cristo e para Jesus Cristo. Nem Pedro, nem Apolo, nem Paulo são donos da Comunidade de Corinto. Todo são apóstolos de Jesus Cristo.

“Aproximai-vos do Senhor e sereis iluminados!”

Frei Carlos Zagonel