Dom Luiz: “pretendo voltar para Manaus e ajudar alguma paróquia da periferia”

O arcebispo de Manaus, Dom Luiz Soares Vieira, realizou, na manhã deste domingo (17), sua última missa à frente da Igreja Católica na capital. De acordo com a arquidiocese, aproximadamente sete mil pessoas compareceram à celebração eucarística de ação de graças pelos 21 anos de Dom Luiz no cargo. A missa, que teve início às 10h, aconteceu no Pavilhão de Eventos do Studio 5 Centro de Convenções, na Zona Sul de Manaus.

No fim do ano passado,  Dom Luiz disse que está tranquilo com saída e que pretende viajar e fazer caridade em 2013. “Me preparei para este momento, afinal tudo que começa, termina. Após passar a posse, no dia 13 de fevereiro, pretendo passar uma semana em Borba, a 151 km de Manaus , para retiro espiritual. Depois vou para Apucarana, no Paraná, onde eu era padre antes de ser bispo, e vou ajudar o pároco de lá. No final do ano pretendo voltar para Manaus e ajudar alguma paróquia da periferia e fazer trabalhos sociais”, disse.

Neste domingo, em entrevista ao G1, o arcebispo destacou que, nessas duas décadas, um dos acontecimentos mais marcantes para a comunidade católica no Estado foi o aumento do número de padres. “Tivemos também um apoio significativo de outras dioceses do Brasil, além de assembleias com resultados positivos. Infelizmente perdemos alguns colegas, mas isso é parte da vida. O índice de católicos que deixaram nossa Igreja para pertencer a outras também cresceu, mas não vejo como um ponto negativo. O importante é trabalharmos com aqueles que querem ficar conosco”, frisou.

Emocionado, Dom Luiz lembrou as procissões realizadas durante seu ministério e elogiou o empenho dos fiéis. “Minha família é o povo de Manaus. Essa missa é para agradecer a todos. Com os fiéis, encontrei uma fé que me fez conhecer quem é o nosso Deus”, declarou.

Cerca de sete mil fiéis compareceram à cerimônia, em Manaus (Foto: Chico Batata/Agecom)
Cerca de sete mil fiéis compareceram à cerimônia, em Manaus (Foto: Chico Batata/Agecom)

Colegas e fiéis lamentam saída
A celebração contou com a presença de mais de cem padres das principais paróquias de Manaus, como Jácomo Jesus, de Santa Rita. “A diocese não está perdendo, porque ainda teremos Dom Luiz trabalhando conosco, nas ações da Igreja”, afirmou.

Já para o titular da paróquia de Aparecida, Pe. Manoel Soares, a jovialidade do novo arcebispo pode acrescentar muito à comunidade católica manauense. “Dom Luiz cumpriu com sua missão. Era uma pessoa muito querida, que realizou um trabalho lindo. Ganhamos um bispo novo, mais jovem e com muita vontade de continuar essa caminhada”, acrescentou.

D. Luiz foi ovacionado por presentes antes e durante missa de ação de graças (Foto: Camila Henriques/G1 AM)
Dom Luiz foi ovacionado por presentes antes e
durante missa (Foto: Camila Henriques/G1 AM)

Além de Dom Luiz, mais sete bispos do Amazonas participaram da missa. Um dos municípios representados foi Borba, do bispo Dom Elói Roggia. “Eu admiro muito o nosso arcebispo. É uma pessoa carismática que uniu o amor ao serviço abnegado a favor do povo. Quero agradecer a Deus por sua fidelidade ao Ministério”, disse.

Para a técnica em segurança do trabalho Catarina da Silva, de 45 anos, “a comunidade católica está triste”. “Ele vai deixar muitas saudades e um legado muito bonito. Que ele semeie todas as coisas boas que ele plantou nesses anos todos”, desejou. “A saída dele vai deixar um vazio. Ele foi um bom pastor para a nossa igreja. Espero que o substituto consiga fazer tudo o que Dom Luiz fez”, concordou a montadora Glaucinéia de Moura, 45.

Além de líderes religiosos da região e admiradores do trabalho do arcebispo, a missa reuniu ainda autoridades como o vice-governador do Amazonas, José Melo, o presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas, desembargador Ari Moutinho, e o presidente da Rede Amazônica, Phelippe Daou.

http://globotv.globo.com/rede-amazonica-am/amazonia-tv/v/dom-luiz-se-despede-da-arquidiocese-de-manaus-com-missa-para-7-mil-fieis/2413137/

 

Anúncios